Ir para o conteúdo

Prefeitura de Valinhos e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Valinhos
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Flickr
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
16
16 SET 2022
EDUCAÇÃO
Prefeitura de Valinhos avança em investimentos nas áreas humana, pedagógica e de infraestrutura da Educação Municipal
enviar para um amigo
receba notícias

O ano de 2022 já contabiliza uma série de ganhos positivos para a Educação promovida na rede municipal de ensino de Valinhos. Nestes últimos 8 meses e meio, a Prefeitura, com o olhar cuidadoso da Secretaria de Educação que está sustentada no Plano de Governo da Prefeita Capitã Lucimara, tem promovido uma série de ações que avançam no aprimoramento da qualidade do ensino da rede municipal, por meio de investimentos nas áreas humana, pedagógica e de infraestrutura. Com esses três pilares, a partir do retorno presencial das aulas em fevereiro, após o período mais crítico da pandemia da Covid-19, os educadores passaram a contar com novas e contínuas capacitações, o quadro de professores ganhou mais profissionais, os alunos receberam kits de matérias pedagógicos inovadores e uma nova rotina de recuperação e reforço escolar, e houve a ampliação das vagas nos CEMEI’S (Centros Municipais de Educação Infantil) com a entrega de duas creches, nos bairros São Luiz e Palmares, e a reforma em andamento de uma unidade no Capuava que juntas atenderão aproximadamente 380 alunos quando estiverem funcionando com 100% de capacidade. Além disso, o investimento na área tecnológica, com a disponibilidade de equipamentos digitais para uso nas salas de aula, está revolucionando a forma de ensinar nas escolas da Prefeitura.

“Fazemos um balanço extremamente positivo de tudo o que foi possível implantar e estruturar em apenas 8 meses de trabalho intenso neste ano de 2022 para a melhoria da qualidade da Educação Municipal em nossa cidade. Como sabemos, no ano de 2021, em função da pandemia, a Secretaria de Educação, os professores, os alunos e seus familiares, precisaram se adequar ao ensino remoto e às suas dificuldades. Já a partir de fevereiro deste ano, estamos correndo contra o tempo para colocar em prática nosso novo projeto educacional, de excelência, pelo Programa Valinhos Educação Inovadora, com uma estrutura pedagógica de qualidade, investindo também na formação dos educadores e espaços físicos necessários para o atendimento dos alunos. E vamos seguir em frente, pois tem muita ação importante a caminho para ser concretizada”, avalia a prefeita Capitã Lucimara ao comemorar o avanço.

Nos meses de maio e junho, foram inaugurados e entraram em funcionamento, os CEMEI’s (Centro Municipal de Educação Infantil) localizados nos bairros São Luís e Nova Palmares. As novas unidades, juntas, possuem capacidade para atender aproximadamente 300 alunos permitindo a redução do déficit por vagas em creches. “Também está em etapa avançada a reforma e ampliação do prédio da antiga EMEB Emely Tófolo Machado, no Capuava, que será transformado em uma nova CEMEI com capacidade para atender mais de 80 crianças, com previsão de entrega em janeiro de 2023”, informa a prefeita Capitã Lucimara.

Investimentos Estruturais

A Secretaria de Educação tem ainda trabalhado no gerenciamento da entrega e instalação das lousas digitais e de 130 projetores smart, dos notebooks para professores e especialistas; organização da formação para uso da Lousa Digital e em breve dará início à formação dos educadores para o uso dos projetores. A ação conta com a parceria da Secretaria de Tecnologia e Qualidade e busca dar formação aos educadores para um melhor aproveitamento dos equipamentos durante as atividades pedagógicas e dinâmicas com os alunos em todas as disciplinas. Os investimentos compõem os Programas Valinhos Mais Conectada e Valinhos Educação Inovadora, da ordem de mais R$ 10 milhões.

Em 2022, a Prefeitura também iniciou os atendimentos das Salas de Recursos no contraturno escolar para os alunos da educação especial atendidos pela rede municipal. Nestas salas atuam professores efetivos habilitados na educação especial que ingressaram a partir deste ano na rede. O aluno recebe atendimento agendado previamente, de 1 ou 2 vezes na semana, em 4 Polos de atendimento (EMEB Tomoharu Kimbara, EMEB Franco Montoro, EMEB Cecília Meirelles e EMEB Alice Sulli Nonato) e um novo Polo está em implantação (EMEB Dom Bosco). Está prevista ainda a abertura de mais 3 espaços para Salas de Recursos neste 2º semestre, sendo os Polo nas EMEBs Jerônimo Alves Corrêa, Horácio de Salles Cunha (já iniciou parcialmente os atendimentos) e na EMEB Antônio Mamoni.

“Além das reuniões contínuas para o aprimoramento da Educação Especial esse ano já recebemos 9 professores efetivos especializados para o atendimento nas Salas de Recursos e houve ainda solicitação para a contratação de mais 8 professores, além da ampliação da contratação do número de estagiários de educação para apoio escolar de alunos da Educação Especial, de 75 para 85 estagiários”, destaca a prefeita Capitã Lucimara.

Reforço no aprendizado

Dentre as ações nestes 8 primeiros meses de 2022 voltadas aos investimentos pedagógicos podem ser destacados várias frentes para a recuperação dos conteúdos prejudicados em virtude do período de 2 anos em que as aulas foram realizadas na forma remota, à distância. O projeto de Reforço Escolar é oferecido aos alunos do ensino fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adusltos), por meio de aulas de Língua Portuguesa e Matemática no contraturno escolar e por meio de atividades diferenciadas que resgatam a autoestima do estudante e possibilitam o desenvolvimento de habilidades que se encontram em defasagem. Este ano, o projeto teve início em 28 de março de 2022, atendendo por volta de 2 mil alunos. Para implementar esta ação, em julho houve a formação continuada com os professores que ministram aulas de reforço escolar e novas turmas de reforço também foram abertas nas escolas, ampliando o atendimento aos alunos.

Também é promovida a recuperação dos alunos, quando semanalmente as unidades escolares realizam aulas de recuperação de aprendizagem para a retomada dos conteúdos em que os alunos apresentam defasagem. Os programas Currículo em Ação e Aprender Sempre (convênio com o governo do Estado de São Paulo) possuem materiais pedagógicos que são utilizados pelos professores nas ações de recuperação de aprendizagem.

A secretária de Educação, Claudineia Vendemiatti Serafim, destaca ainda que outro fator influenciou de forma bem positiva no processo de reforço e recuperar escolar com a introdução nas salas de aula dos kits de materiais paradidáticos Mente Inovadora, da Mind Lab, do Majog, que trabalham os conteúdos previstos na Base Nacional Comum Curricular e são aliados no processo de reforço escolar, assim como o Leitura em Minha Casa.

“Estes são projetos que possibilitam a interação social por meio de jogos de raciocínios, auxiliando no desenvolvimento cognitivo, assim como na aprendizagem socioemocional. Além disso, com o kit da família, os alunos têm a possibilidade de reforçar a experiência ampliada dos jogos vivida em sala de aula, junto com os pais e familiares”, avalia a secretária. Claudineia Ela destaca ainda a introdução do projeto “Leitura em Minha Casa” que está contribuindo para a ampliação do letramento e para a formação do leitor literário. “Os alunos ficaram maravilhados ao ter contato com os livros e saber que seriam deles. Tal ação é primordial para o incentivo à leitura”, afirma ela.

Outro projeto recebido pela Secretaria de Educação que incentiva a leitura é o Livros Viajantes, realizado pela trupe “Viajantes Contação de Histórias" que utiliza múltiplas linguagens artísticas para difundir a arte literária pelo mundo à bordo da Kombi Catarina que é recheada de livros e instrumentos musicais. A Secretaria de Educação também está com projeto para a aquisição de tecnologia assistiva para uso de materiais adequados à inclusão dos alunos da Educação Especial.

Investindo em recursos humanos

De acordo ainda com a Secretaria de Educação, a formação continuada de professores é prioridade para o desenvolvimento das competências necessárias para orientar a aprendizagem dos alunos em um mundo de constantes mudanças. “Nestes 8 primeiros meses de 2022, realizamos diversas ações formativas com os professores e gestores da rede municipal de educação. No mês de maio, por exemplo, demos início ao Grupo de Estudos da 1ª Infância, composto pelos Coordenadores Pedagógicos das creches municipais. O cronograma de estudos, que se estende até o final do ano, busca o aprofundamento de temas relacionados à primeira infância, que compreende o período do nascimento aos seis anos de idade”, destaca a secretária Claudineia.

Outro destaque são as diversas ações formativas com os professores e gestores da rede. Aos professores com atribuição do Reforço Escolar (2º ao 9º ano) foi disponibilizada em março, a primeira formação com orientações e sugestões de atividades para o alinhamento das aulas de reforço escolar. Já os professores de Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental realizaram formação inicial em oficinas do Projeto Majog ministrada pela equipe pedagógica da empresa que forneceu os materiais paradidáticos. Também foi realizada a formação inicial e continuada mensal, via plataforma Mindlab, do Projeto Mente Inovadora com os professores de matemática.

Os professores de Língua Portuguesa tiveram formação sobre o projeto Leitura em Minha Casa e a palestra “Os Conceitos, Revisitação e Aprendendo com a Prática na sala de aula” e recentemente em agosto foi realizado o 1º encontro mensal do Grupo de Estudos em Língua Portuguesa e Matemática dos professores do ensino fundamental - anos iniciais, de caráter voluntário.

Houve ainda formação voltada aos professores da EJA que participaram da formação sobre o desenvolvimento na adolescência e os professores das áreas de Ciências, Geografia e História participaram do curso de aperfeiçoamento “A relevância do patrimônio natural e cultural em Valinhos e Serra dos Cocais em práticas pedagógicas”, que permitiu o aprofundamento sobre os conhecimentos sobre questões sobre patrimônio histórico-cultural e natural de Valinhos.

Já os professores de Arte participaram da oficina de argila promovida pelo Centro Cultural Casa do Pavão, bem como a visita ao museu João do Monte. Aos professores de Educação Física, foi realizada a palestra “Educação Física Escolar e Autismo” e os professores de Língua Inglesa realizaram a oficina “Desenvolvimento de estratégias nas habilidades comunicativas”. “Houve ainda a formação para professores e coordenadores pedagógicos da rede municipal sobre o uso da tecnologia durante as aulas presenciais. O objetivo é o de empreender mais uma ação de inclusão digital, para a qual a formação do professor é um passo fundamental e imprescindível”, complementa a secretária.

Novos projetos

Lançado em maio, o projeto ‘Protagonismo e Equidade na Escola’ tem como objetivo o desenvolvimento de metodologias de aprendizagens ativas, tendo como foco estimular o protagonismo juvenil, por meio de discussões e atividades acerca dos direitos da pessoa humana, e inclusão no currículo escolar da temática ‘História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena’.
Em junho teve início a formação com professores e coordenadores pedagógicos da rede municipal sobre o uso da tecnologia durante as aulas presenciais. “O objetivo é o de empreender mais uma ação de inclusão digital, para a qual a formação do professor é um passo fundamental e imprescindível. Estão previstos 14 encontros, com aproximadamente 580 professores”, conta a secretária de Educação Claudineia.

A Prefeitura de Valinhos também passou a integrar o programa Tempo de Aprender, de esfera federal e instituído em 2020 pelo Ministério da Educação (MEC), que destina recursos financeiros para despesas de custeio às unidades escolares públicas que possuam alunos matriculados no 1º e 2º anos do ensino fundamental regular. A Secretaria da Educação do Município de Valinhos aderiu ao referido programa promovendo processo seletivo simplificado para seleção e constituição do banco de Assistentes de Alfabetização voluntários durante o bimestre março/abril de 2022, desenvolvido em 15 escolas da rede municipal de Valinhos para o atendimento de 23 turmas de 1º ano (361 alunos) e 23 turmas de 2º ano (513 alunos).

“Outra formação importante foi a de nossos professores do Programa Docência Compartilhada, professores de educação especial das Salas de Recursos e equipe técnica do Núcleo de Atendimento Educacional Especializado, no Curso LEGO Braille Bricks que possibilitou aprimorar a capacitação para atender este público de alunos deficientes, tanto nas salas de aula regulares, como no Atendimento Educacional Especializado na Sala de Recursos”, destaca Claudineia. Ela também conta que em junho a equipe da ACESA realizou formação sobre o Autismo para os professores que atuam na Docência Compartilhada, estagiários e professores efetivos da educação especial.

Já a Coordenadoria da Educação Infantil, juntamente com as formadoras e Coordenadoras Pedagógicas de creche, estão se reunindo mensalmente para análise, conversas, trocas e reflexões sobre os livros do Projeto Leitura em Minha Casa entregue nas creches, para a criação de um material didático que auxilie os professores em suas vivências e propostas pedagógicas.

Merenda de qualidade

Uma merenda escolar de qualidade, dentro dos padrões exigidos pelo PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), nas quantidades, frequência e valores nutricionais adequados. É com esse cuidado que a Prefeitura de Valinhos, com a supervisão da Secretaria de Educação, tem trabalho para oferecer 230 mil merendas por mês aos cerca de 11.600 alunos da rede municipal de Ensino.
“Recentemente os cardápios passaram a contar com um novo formato e o reforço de algumas frutas, legumes e verduras com o objetivo de oferecer as refeições com o preparo de alimentos cada vez mais in natura, minimamente processados, a caminho de chegar a ser 100% natural”, explica a secretária de Educação Claudineia. Outra ação que o Departamento de Alimentação Escolar desenvolveu foi a introdução do filé de pescado no cardápio e também do cacau em pó no leite.

OBMEP e Jogos Estudantis

A rede municipal de ensino de Valinhos, participou de mais uma edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica. Neste ano, cerca de 2.500 alunos do 6º ao 9º ano, de 11 escolas, fizeram no dia 7 de junho a 1ª fase da 17ª OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas) e aguardam a divulgação dos classificados para a 2ª fase. Já é tradição os alunos da rede conquistarem várias medalhas na competição.

Outra ação foi a promoção do Concurso de Mascote dos Jogos Estudantis Valinhos, uma novidade na rede municipal de Valinhos, que contou com a parceria com a Secretaria do Esporte. Nesta primeira edição, 11 escolas municipais participaram do concurso, e, por meio dele, refletiram sobre as características históricas e culturais de Valinhos, aliando a expressão artística ao contexto esportivo.

Fonte: Departamento de Comunicação - Prefeitura de Valinhos
Local: Valinhos - SP
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia